segunda-feira, 18 de junho de 2012

Motivação certa, empolgação errada




Texto Bíblico: II Samuel 6. 1-11
Davi teve a motivação correta, e a empolgação errada.
Introdução: A Arca da aliança representava a presença de Deus no meio do seu povo, mesmo no período da peregrinação pelo deserto. Ela ficava no local mais reservado do tabernáculo e do templo (“santíssimo lugar”) e guardava o testemunho da aliança de Deus com o homem (1 Reis 8:9; 2 Crôn 5:10 e 2 Cron. 6:11). Deveria ser carregado pelos sacerdotes e levitas.
Empolgação: 1 Ato ou efeito de empolgar. 2 Grande animação; entusiasmo.
O que a empolgação errada pode nos causar?
Lições que podemos tirar do texto.
Primeiro lugar.
1- A empolgação nos faz esquecer das ordenanças de Deus (v.1-3)
O texto que lemos fala-nos que Davi se dispôs com todo o povo, partiu para Baalá de Judá para levarem de lá para cima a Arca da Aliança de Deus sobre o qual se invoca o Nome, o nome do Senhor dos Exércitos, que se assenta acima dos querubins. Podemos perceber que todos estavam empolgados num único só objetivo de levarem a Arca para cima, a motivação era correta, mas a empolgação estava completamente errada da maneira que Deus tinha estabelecido as normas para carregar a Arca.
Assim somos nós quando nos empolgamos e não refletimos nos princípios da Palavra de Deus. A empolgação era tanta que eles não perceberam que a Arca ainda estava no carro dos filisteus.
v.3: Os filisteus haviam usado um carro para transportar a arca. Porém, as leis do At exigiam que a arca sagrada fosse carregada pelos filhos de Coate, usando os varais prescritos.
“E fundirás para ela quatro argolas de ouro, e as porás nos quatro cantos dela, duas argolas num lado dela, e duas argolas noutro lado. E farás varas de madeira de acácia, e as cobrirás com ouro. E colocarás as varas nas argolas, aos lados da arca, para se levar com elas a arca. As varas estarão nas argolas da arca, não se tirarão dela. (Êxodo 25:12-15)
1º Exemplo bíblico: desobediência de Saul.
Deus deu a ordem para que Saul ferisse a Amaleque e destruísse totalmente o que ele tivesse e não lhe poupasse nada. Mas Saul desobedeceu e poupou a Agague e o melhor de suas ovelhas.
Qual é o dever que Deus requer do homem?
O dever que Deus requer do homem é obediência a sua vontade revelada.
“Porém Samuel disse: Tem porventura o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua Palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender do que a gordura de carneiros.” I Sm 15:22
Segundo lugar.
2- A empolgação pode nos trazer perdas físicas (v. 4-6)
Quantas pessoas perecem hoje por se empolgarem e não ouvir os conselhos dos pais? “Filho, troque a sua moto por um carro”, “Não beba quando for dirigir”.
Os filhos de Abinadabe estavam no outeiro; e Aiô ia diante da arca. (v.4)
• Havia grande alegria perante o Senhor, vários instrumentos de pau de faia, com harpas, com saltérios, tamborins, com pandeiros e com címbalos. (v.5)
No verso de número seis, “Uzá colocou a mão direita na Arca de Deus e a segurou, porque os bois tropeçaram.”
Então a ira do Senhor se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta irreverência; e morreu ali junto a Arca de Deus.
Imaginemos agora a dor de Abinadabe pela morte de Uzá, que possivelmente era seu neto. Mas o texto nos informa no verso de número 6 “e Deus o feriu ali por esta irreverência.” Desrespeito as coisas sagradas. Hoje a sociedade acha que tudo é normal, e muitas vezes nós como filhos de Deus embarcamos no que o mundo nos oferece.
Paulo quando escreve para seu filho Timóteo o encoraja: “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste e de que foste inteirado, sabendo de quem o aprendeste”. 2Tm3:14
“ e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus”. 2Tm3:15
“ Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça”. 2Tm3: 16
“ a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”. 2Tm3:17
Terceiro lugar
3- Ela nos faz perder a bênção de Deus (v. 9-11)
A empolgação errada nos traz frustrações, mina as nossas forças espirituais e nos afasta de Deus. Davi desgostou-se verso 8, parte a.
Davi temeu ao Senhor verso 9, parte a.
Davi perdeu a benção de ficar com arca do Senhor porque ela representava a presença de Deus e a benção foi para a casa de Obede- Edon, que ficou em sua casa por três meses, e o Senhor o abençoou e a toda a sua casa.

Dois exemplos Bíblicos     
Fariseu e o publicano
“Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano.

O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: O Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano.Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo.O publicano, porém, estando em pé, de longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: O Deus se propicia a mim, pecador!”(Lucas 18:10-14).
Devemos ter a mesma empolgação e motivação do publicano!     

Conclusão:
1- A empolgação errada nos faz esquecer das ordenanças de Deus.
2- A empolgação errada pode nos trazer perdas físicas.
3- A empolgação errada nos faz perder a benção de Deus.
Finalmente: A felicidade não está em um lugar ao qual chegamos, mas na maneira como caminhamos.
Que o Espirito Santo aplique a sua Palavra em nossos corações, em nome de Jesus.

Um comentário:

  1. Paz do SENHOR.muito esclarecedora sua matéria,me ajudou muito
    Deus abençoe em Cristo Jesus

    ResponderExcluir